RB Informa

Novo projeto literário do Infantil I

Mas…E como começa? Bem, para a turma do Infantil I C, a última segunda-feira (28) começou com um delicioso piquenique ao ar livre e uma ótima história! Com um clima descontraído, a professora Thaís Folster apresentou às crianças o novo projeto literário a ser trabalhado neste semestre, o livro “Como começa?”, da autora Silvana Tavano.

A obra foi escolhida pelas pedagogas do Infantil I para estimular a reflexão entre os alunos sobre como tudo em nosso entorno tem um começo. “Aproveitando que a história conta que tudo começa com um porquê, vamos aproveitar e linkar o projeto com a feira científica cultural do colégio e trabalhar com a origem dos desenhos, desde suas primeiras formas até os dias atuais”, explica Thaís.

A apresentação para os alunos começou em sala de aula com uma novidade: uma nova colega de turma! E a nova mascote da sala foi quem “convidou” as crianças para um passeio surpresa pela escola. Não demorou muito, e elas já avistaram uma toalha estendida e a cesta de piquenique repleta de guloseimas.

Delícias à parte, durante todo o tempo, as crianças se mostraram atentas à história e rapidamente notaram que a nova amiga da classe era a personagem ilustrada no livro!  A boneca, que ainda não tem nome, também será parte da atividade e acompanhará as crianças por esse percurso literário no semestre. “Vamos escolher um nome para ela, por votação”, explica Gabriela Rezende, aluna do Infantil I C.

Como parte do trabalho, os alunos vão conhecer e experimentar as diferentes técnicas de desenho. “Elas terão a oportunidade de trabalhar com materiais como carvão, argila, galhos de árvores, entre outros, e todo processo será registrado em sala de aula, para que durante a apresentação na feira, em outubro, os pais possam ter acesso às obras de arte produzidas”, conta a professora.

Já para os alunos do Infantil I A e B, das professoras Luciane Ferreira e Giselle Taranti, a brincadeira foi se envolver em um delicioso banho de lama! Foi em uma bela manhã de sol que as crianças descobriram que cada coisa tem um jeito de começar. Para elas, a descoberta foi a de que os povos antigos tinham o hábito de registrar seu cotidiano nas paredes das cavernas, muitas vezes usando tintas feitas de materiais retirados da natureza, exatamente como o barro em que estavam brincando.

A intenção da atividade foi a de demonstrar aos alunos que o barro pode ser usado para muito além da simples diversão. Assim, depois da experiência, eles finalizaram o exercício com uma linda pintura utilizando a mesma lama com a qual brincaram.

Cursos

Venha
nos visitar

Desde 1863, nossa filosofia preserva e respeita a história de nossos antepassados, incorporando inovação e modernidade, com o objetivo de formar cidadãos críticos e conscientes de suas responsabilidades

Últimas

Notícias

OBA 2022: confira a lista de medalhistas

Mais uma vez, os alunos do Colégio Rio Branco Campinas apresentaram excelente desempenho na Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA). Além dos certificados de participação, 25 dos nossos…

LEIA MAIS