A pandemia pelo olhar das crianças

Nos meses de março e abril, os professores dos 4º e 5º anos desenvolveram um projeto interdisciplinar visando trabalhar os múltiplos aspectos da pandemia da covid-19 sob o olhar das crianças. 

Intitulado “A pandemia no olhar das crianças”, o projeto foi realizado com abordagem didática, respeitando todas as ideologias, opiniões, comentários ou mesmo o desejo de participar. Durante o trabalho, acompanhamos relatos muito interessantes das crianças: o desejo pela vacina, a retomada da vida escolar, poder abraçar os amigos etc.

“O projeto foi pensado como um espaço para a escuta ativa das crianças,  acolhendo e validando  as emoções vividas durante um ano de pandemia da Covid-19. Desta forma, buscamos estimular o debate, trocar experiências, compartilhar emoções agradáveis e desagradáveis, frustrações e desejos.  Todos os relatos foram registrados através de atividades artísticas que expressavam o olhar das nossas crianças sobre a pandemia da Covid-19”, explica Fabiene Cortijo Ramos, coordenadora pedagógica do Ensino Fundamental I.

A coordenadora também destaca que empatia, responsabilidade compartilhada, tolerância, autoestima, resiliência, foco e persistência são algumas das competências que auxiliam a criança a gerenciar emoções, alcançar objetivos, tomar decisões, lidar com os outros e com desafios que surgem.

O resultado deste trabalho, ou pelo menos uma parte dos principais pontos trabalhados com as turmas, pode ser conferido no vídeo editado pelo prof. Kleiner Geraldi.

Versão curta-metragem

 

Versão completa

 

Conheça o colégio rio branco. Venha nos visitar!

Desde 1863, nossa filosofia preza pela tradição, incorporando modernidade e inovação, com uma metodologia de ensino que forma verdadeiros cidadãos. O resultado? Alunos muito mais capacitados para a vida, que têm orgulho de aprender.

Últimas do RB Informa

Spelling Bee RB

O Colégio Rio Branco apresenta a primeira edição do Spelling Bee RB, um concurso de soletração em Inglês para as turmas do terceir...

Leia Mais