RB Informa

Compensação ambiental e muito aprendizado

Uma compensação ambiental pela retirada de cinco árvores de espécie eucalipto em julho de 2015 que corriam o risco de cair, fez o Colégio Rio Branco Campinas transformar a ação em aprendizado para os alunos do programa RB+, que oferece atividades no contra período do colégio.

Na sexta-feira, 2 de setembro, as crianças do RB+ plantaram 60 mudas de árvores de 10 espécies na mata do Ribeirão das Pedras, localizado ao lado da escola. A novidade é que cada muda ganhou uma identificação digital, uma etiqueta com QR Code e uma página exclusiva na internet (http://maisver.de/colegioriobranco) com todas as informações do projeto e das espécies plantadas. As mudas serão monitoradas por, no mínimo, dois anos com um aplicativo baixado em smartphones e tablets.

“Aproveitamos esta ação para abordar com os alunos o ciclo de vida das plantas, a importância de se realizar a remoção de árvores da maneira correta e principalmente, de plantar novas mudas para compensar as que foram retiradas, enriquecendo, com isso, nossas propostas socioambientais”, diz Sandra Dedeschi, orientadora educacional do Ensino Fundamental I. A assistente de coordenação do RB+, Barbara Lisboa Rossi, reafirma o compromisso do colégio com suas atividades socioambientais, e conta ainda que durante toda a semana que antecedeu o plantio, os alunos do RB+ também aprenderam sobre as características de todas as espécies de árvores que fizeram parte da compensação ambiental. “É importante que os alunos criem uma maior consciência sobre a natureza e, sendo parte desse projeto, essa consciência é mais real, palpável para eles”, relata Barbara.

Após detectada a necessidade da remoção das árvores condenadas e da compensação ambiental, a coordenadora de Compras e Insfraestrutura do colégio, Juliane Anselmo, entrou em contato com as empresas Rakau Soluções Sustentáveis, responsável pelo plantio, manutenção e acompanhamento de cada muda, e da Anubz Innovative Solutions, que fez a identificação digital de cada espécie por meio das TAGs para controlar o desenvolvimento das árvores pelo sistema Mais Verde. “As empresas foram indicadas pela Secretaria do Meio Ambiente de Campinas, e a pedido da nossa escola, solicitamos que o local do plantio de compensação fosse próximo ao Rio Branco, para que pudéssemos acompanhar o desenvolvimento das mudas. E com a identificação digital, os alunos e professores têm acesso a todas as informações, que são atualizadas em tempo real em um banco de dados, sobre a futura planta, seus frutos e seu desenvolvimento”, explica Juliane.

Durante dois dias, a assistente técnica da Rakau, Alana Jessica Cruz Siqueira, esteve no colégio e ministrou palestras para os alunos sobre a ação. “Falamos com crianças de 3 a 11 anos. Para os menores o assunto abordado foi de como uma mudinha cresce e se transforma em uma árvore enorme, sua importância e para que serve. Já para os maiores abordamos a importância da compensação ambiental, das escolhas das espécies, do local de plantio e sobre a identificação digital”, conta.

Segundo Alana, para uma compensação ambiental as mudas escolhidas deveriam ser espécies nativas da região de Campinas e também pelos fragmentos florestais do local do plantio. “Para a ação no Colégio Rio Branco, que já tinha um local determinado próximo ao Ribeirão das Pedras, onde há mata ciliar, com árvores adultas e solo úmido, as mudas eleitas foram as tolerantes a sombra”, explica. As espécies escolhidas para o plantio foram: araça vermelho, angico-branco, pau óleo, grumixama, uvaia, pitangueira, paineira-rosa, ipê-branco-do-brejo, babosa-branca e jacarandá-branco.

A aluna Luiza de Mello Ribeiro, do 2º ano C, consciente da importância da ação, fez a sua parte e plantou a sua muda. “A minha árvore é um ipê-branco e ela precisa de água para crescer. Esse plantio é muito importante para a gente ter oxigênio”, explica. Outro aluno que participou da ação de compensação ambiental foi Pedro Camargo de Carvalho, do 3º ano A, que está bem animado para acompanhar o crescimento da sua árvore. “Não vou fazer o acompanhamento só pelo site, mas também pessoalmente. É muito importante para o meio ambiente fazer plantios para melhorar o nosso ar da poluição. Eu plantei uma espécie cheia de espinhos chamada paineira. Gostei muito de participar do plantio e também de poder colher amoras no caminho”, conta.

Cursos

Venha
nos visitar

Desde 1863, nossa filosofia preserva e respeita a história de nossos antepassados, incorporando inovação e modernidade, com o objetivo de formar cidadãos críticos e conscientes de suas responsabilidades

Últimas

Comunicados

Programa “Monitora Campinas”

Prezadas famílias, O Colégio Rio Branco Campinas iniciou uma parceria com a Prefeitura Municipal de Campinas e, a partir de agora, passa a integrar, de forma colaborativa, o programa “Monitora Campinas”….

LEIA MAIS