RB Informa

Ensino Médio discute sobre Deleuze em palestras

Alunos do 3º ano do Ensino Médio do Colégio Rio Branco Campinas assistiram à palestra ‘Gilles Deleuze e a crítica à representação’, ministrada por Pâmela Zacharias, doutora pela Faculdade de Educação da Unicamp, nos dias 26 de abril e 03 de maio. A ação faz parte de um ciclo de palestras, realizado durante as aulas de Sociologia, para aprofundar assuntos que são discutidos em sala de aula. “Convido especialistas em alguns dos grandes pensadores contemporâneos para conversar com os alunos, facilitando a compreensão de temas que são densos. Eles aprofundam o conhecimento de forma interessante para os alunos e trazem visões mais modernas destes estudos”, conta Rita Barbosa, professora da disciplina.

Pâmela fez parte do seu doutorado em Paris e teve contato direto com o pensamento do autor e de outros teóricos que abordam trabalhos sobre o conhecimento deleuziano. “Gilles Deleuze é muito complexo, portanto, hoje fiz um mapa geral do pensamento deste filósofo e de Félix Guattari, um de seus principais parceiros de produções, e também um pouco sobre o contexto do final da década de 60 e seus autores mais relevantes para a Filosofia e o que os mobilizava na época”, explicou a pesquisadora.

De acordo com a professora doutora, a base principal do pensamento deleuziano é a crítica à representação, a estrutura da sociedade e outros elementos da forma como eles são. Esta crítica permeia o que já está pré-construído, reproduzido e presente em todo o pensamento do trabalho do autor com cinema, arte e literatura, e em seus conceitos filosóficos. Este e outros aspectos da filosofia de Deleuze foram pincelados pela pesquisadora durante suas visitas ao colégio.

Questionada sobre a relevância de se discutir sobre conceitos filosóficos em salas de aula, Pâmela pontuou que o pensamento filosófico é muito importante e está presente na vida humana a partir de seu reconhecimento como ser, ou seja, quando começamos a pensar, e discutir suas teorias pode auxiliar na compreensão de diversos assuntos. “Falando especificamente sobre Deleuze e Guattari, suas ideias são contemporâneas e têm muito a ver com os acontecimentos recentes mundiais em termos políticos e ideológicos. Estamos na era da multiplicidade, em que as coisas são efêmeras e se multiplicam rapidamente, e o pensamento deles permeia o funcionamento destas esferas”, concluiu.

Raphael Martins de Santana, aluno do 3º A, gostou muito da palestra de Pâmela. “As ideias de Deleuze, bem como os conceitos pós-modernos, são desafiadoras, mas, com a ajuda da palestra, pudemos fortalecer o conteúdo visto em sala”, concluiu. Sua colega de sala, Beatriz Pinto Soares, concordou. “É um conteúdo denso, extenso. Porém, todas as ideias da pós-modernidade se aplicam ao nosso dia a dia e na sociedade em que vivemos, ajudando a entender como o mundo funciona atualmente e onde a sociedade em que vivemos está inserida. É extremamente importante termos contato com esse tipo de conhecimento”, relatou a aluna.

Cursos

Venha
nos visitar

Desde 1863, nossa filosofia preserva e respeita a história de nossos antepassados, incorporando inovação e modernidade, com o objetivo de formar cidadãos críticos e conscientes de suas responsabilidades

Últimas

Comunicados

Programa “Monitora Campinas”

Prezadas famílias, O Colégio Rio Branco Campinas iniciou uma parceria com a Prefeitura Municipal de Campinas e, a partir de agora, passa a integrar, de forma colaborativa, o programa “Monitora Campinas”….

LEIA MAIS