RB Informa

Os bastidores de uma dança junina

Os festejos do mês de junho vão além da cultura, da culinária e das danças típicas no Colégio Rio Branco Campinas. O colégio que acredita que ambiente escolar converge com a diversidade e a aprendizagem e trabalha a todo o momento para a formação plena e competente dos seus alunos como cidadãos, aproveita a celebração para enfatizar valores éticos e morais, como a coletividade, de maneira a intervir no dia a dia.

“É na escola que as relações interpessoais se estabelecem. Muitos acham que é só chegar e dançar, mas é muito mais do que isso. Nós como professores, estimulamos os alunos a trabalhar a coletividade, a tolerância, a cooperação e o respeito com o próximo. Esses são os valores reais da nossa ação. Durante o mês de maio nosso ambiente escolar fica mais leve, descontraído com os ensaios e intercâmbio entre os alunos de todas as séries”, afirma Rodolfo Gazzetta, professor de Educação Física.

Da Educação Infantil ao Ensino Médio, a ‘quadrilha’ passa por diversos desdobramentos para atender cada público. “Com os alunos do Infantil, que têm de 3 a 5 anos, trabalhamos o desenvolvimento motor, a expressão corporal por meio da coreografia, o ritmo e oferecemos o contato com a música típica”.

No Ensino Fundamental, os professores começam a inserir valores como tolerância e coletividade, reforçando a necessidade de respeitar o tempo de aprendizagem do colega. “Eles aprendem que trabalho em grupo, cooperação e tolerância são fundamentais para que tudo saia certo. Se um erra, todos erram” explica o professor.

Para os alunos do 9º ano, que estão naquela fase que não são mais crianças e ficam tímidos em participar das atividades, a escola teve a ideia de fazer um concurso para trazê-los de volta para a dança. “É um momento em que eles fazem uma disputa saudável, com coreografias ao som músicas que remetem o tema junino como, o country e o sertanejo”, conta Rodolfo.

Já no Ensino Médio, a dança é a quadrilha tradicional. Há meninas que trocam de lugar com os meninos e vice-versa, há casais, duplas, não tem regras. Eles são livres para montar seus pares. Os alunos dos 3º ano escolhem uma música do momento e fazem uma apresentação diferenciada, já com aquele sentimento de despedida.

Os alunos vão se apresentar durante a festa junina do colégio, que acontece no dia 10 de junho. “Primeiramente acontece a dança do Infantil e do Fundamental I; em seguida, os alunos do 6º, 7º e 8º ano realizam a quadrilha tradicional. O concurso de danças do 9º ano encerra as apresentações do Fundamental II. Depois, vem o Ensino Médio com sua quadrilha e a dança do 3º ano, e finalmente, o encerramento com a participação dos funcionários, pais, familiares e ex-alunos”, relata o educador.

Cursos

Venha
nos visitar

Desde 1863, nossa filosofia preserva e respeita a história de nossos antepassados, incorporando inovação e modernidade, com o objetivo de formar cidadãos críticos e conscientes de suas responsabilidades

Últimas

Eventos

Planejamento Pedagógico 2023

Mais uma manhã de muito aprendizado!  Ontem, 17/01, nossa equipe pedagógica participou do segundo dia da semana de planejamento pedagógico do ano de 2023. Nosso Diretor Pedagógico, professor Admir…

LEIA MAIS
Notícias

Planejamento Pedagógico 2023

Foi dada a largada! Iniciamos hoje a semana do Planejamento Pedagógico de 2023, com muitas atividades pensadas especialmente para a nossa equipe pedagógica. Começamos o dia com um café da manhã delicioso,…

LEIA MAIS
Eventos

Festival de Judô RB 2022

Na manhã do sábado do dia 26 de novembro, aconteceu o Festival de Judô RB, que contou com a presença de nossos alunos do extracurricular e alunos de outras associações. Familiares e convidados prestigiaram…

LEIA MAIS
Eventos

RB realiza Festival e Torneio de Xadrez

No dia 26 de novembro, o RB realizou um Festival e Torneio de Xadrez. Na manhã de sábado, pessoas de todas as idades estiveram no pátio do Colégio participando dos eventos. O Festival era indicado para…

LEIA MAIS