RB Informa

OPCE oferece caminhos e informações aos vestibulandos

Um dos principais projetos da orientação educacional do Ensino Médio é a Orientação Profissional Caminhos e Escolhas, ou OPCE, como é mais conhecida no Colégio Rio Branco Campinas. Conduzido pela orientadora Juliana Caetano e pelo professor de Inglês André Nalin, o curso é organizado em 10 encontros que culminam no Fórum de Profissões com o propósito de auxiliar os estudantes do segmento a definirem e escolherem com mais segurança a futura profissão e o curso de graduação mais condizente com suas habilidades e preferências.

Segundo Juliana, o curso trabalha o aluno em busca da sua profissão, analisando o indivíduo para que ele descubra suas qualidades, inteligências emocionais que mais usa e de que forma ele pode se descobrir dentro desse projeto, além de mostrar opções de profissões que ele gostaria de conhecer e seguir futuramente. “Temos casos de alunos que já sabem o que querem estudar e conseguem clarear essa informação e desejar ainda mais a profissão; e também os que acham que gostam de uma profissão, mas ao final do curso se descobrem propensos à outras carreiras”, comenta a orientadora.

Os temas que serão discutidos nos encontros envolvem inteligência emocional, coaching de carreira, vestibular e outras formas de acesso ao Ensino Superior, a possibilidade de uma carreira universitária no exterior, além de outras palestras voltadas para a infinidade de profissões existentes no mercado de trabalho atualmente. Para tanto, os convidados utilizam de aulas expositivas dialogadas, jogos, acesso ao site do Guia do Estudante, atividades individuais e em pequenos grupos, dinâmicas diferenciadas e discussões de vídeos exibidos nas palestras para ilustrar os conteúdos.

No primeiro encontro, a orientadora fez uma breve introdução sobre o curso, seus objetivos e estrutura, e iniciou alguns conceitos sobre a Teoria das Inteligências Múltiplas de Howard Gardner, que serão esmiuçadas mais adiante. “O momento da definição profissional é gerador de muitas angústias e incertezas uma vez que, provavelmente, passaremos boa parte de nossas vidas desempenhando atividades profissionais que dependerão das escolhas que fizermos. Ver o jovem se descobrir ao longo dos anos, e com o auxílio desse curso, nos proporciona muita alegria”, revela a educadora.

O aluno Gustavo Sanches Guaragna participa da OPCE desde a 1ª série do Ensino Médio, e durante esse processo, aprendeu a direcionar seus gostos e preferências, ampliou opções de escolhas e hoje já tem uma expectativa sobre o que quer fazer profissionalmente. “Muita gente procura a ajuda de orientação vocacional particular e o nosso colégio oferece essa oportunidade aos alunos com esse curso. Quem ainda não sabe o que quer fazer deveria participar em todos os anos, vale a pena”, garante.

É exatamente o que busca a aluna da 2ª série Catarina Kaskanlian Pires do Rio, que ainda não sabe qual será sua futura carreira. “A OPCE vai me direcionar na escolha da minha profissão e o que vai me fazer feliz trabalhando. Estou com grandes expectativas para o curso”, conta a adolescente. E quem acha que essa é uma preocupação somente dos alunos dos últimos anos do Ensino Médio, o estudante Felipe dos Santos Sestari, da 1ª série, discorda. “Quanto antes procurarmos esse tipo de informação, melhor. Eu pretendo participar novamente nos próximos anos, cada experiência é única e as vezes de um ano para outro nossa opinião muda, então dá tempo de pesquisar e amadurecer outras ideias”, finaliza.

Cursos

Venha
nos visitar

Desde 1863, nossa filosofia preserva e respeita a história de nossos antepassados, incorporando inovação e modernidade, com o objetivo de formar cidadãos críticos e conscientes de suas responsabilidades

Últimas

Comunicados

Programa “Monitora Campinas”

Prezadas famílias, O Colégio Rio Branco Campinas iniciou uma parceria com a Prefeitura Municipal de Campinas e, a partir de agora, passa a integrar, de forma colaborativa, o programa “Monitora Campinas”….

LEIA MAIS